Tag: tendências

No ar: report novo da Box1824 sobre juventude e liberdade!

Sabe a Box1824, aquela agência brasileira especializada em tendências e comportamento jovem, autora do vídeohit e hino-geração-Y ‘We All Want to Be Young?’ Eles acabaram de lançar mais um estudo [dessa vez em documento, não em vídeo] em parceria com a agência novaiorquina K-Hole. A diagramação é linda [achei tão Felipe Morozini], e principalmente, o conteúdo. Essas pesquisas da Box são legais porque conseguem traduzir em palavras e aprofundar dilemas que nós, jovens, comentamos nas mesas de bar e reuniões nas casas dos amigos.

Espere temas como afirmação da individualidade, o fim da demografia, isolamento, o excesso de informação, a obsolescência eterna, e muito mais. Para fazer o download, é só clicar aqui [PDF].

9 tendências que eram moda na década de 90

Tem mais de vinte anos desde que os noventa chegavam, como toda década, ditando suas modas. Mas parece ter sido ontem que, além das memoráveis Spice Girls, das deliciosas boybands e do icônico “Friends”, vimos tantas coisas que hoje achamos tenebrosas sendo os hits da vez. Essa lista mostra nove das mais bombadas tendências da moda masculina que um dia você achou legal, e realmente eram – ou não.

1. Tênis Fila ou Nike Air Jordan

Os tênis de basquete começaram a ganhar as ruas.

2. Calções Umbro

Certeza que seu pai tinha um desses.

3. Brincos de argola

Nas duas orelhas, os gatinhos das boybands abusavam e as mina piravam.

4. Xadrez flanelado

Fazendo a linha rockstar descolado.

5. Bonés FUBU

O New Era da vez.

6. Baggy

O trendy era usar uma calça que tinha tecido pra pelo menos três outras.

7. Ombreira + camiseta + cinto + cintura alta

Combinação indispensável para os galãzinhos.

8. Gola rolê

E você ficava elegante, bem vestido, é.

9. Papete

Quase tão cool quanto uma pochete, gente!

Particularmente sinto saudade das “Patricinhas de Beverly Hills”…

Algo mais a dizer?

Citizen Hip – Matéria no Stylesight!

Eita! Nessa semana saiu um report meu no Stylesight, portal que reune tendências de moda e lifestyle do mundo inteiro. Fizeram a entrevista comigo quando eu ainda morava em São Paulo, tem umas dicas legais da rotina que eu vivia na cidade. Para ler melhor, é só clicar sobre as imagens! Obrigado, gente <3

WGSN: report sobre rapazes de São Paulo

O WGSN publicou recentemente um report de tendências com cinco rapazes de São Paulo, com seus diferentes estilos – teve urban tropicalia (eu!), rapper, indie hipster, fashion connossieur, skate casual e até urban resort.

Pra quem não conhece, o WGSN é um dos mais importantes (ou o mais?) bureaus de tendência do mundo, xodó de qualquer designer de moda, publicitário, marketing-man, enfim. Ele reúne as melhores notícias e análises do mundo criativo. Infelizmente, para acessar o WGSN, você precisa ter uma senha, que não é nada barata – se você trabalha em uma empresa bacana, vale perguntar se eles são assinantes, ou mesmo sugerir ao seu chefe.

Quem quiser dar uma olhada no meu report, escrito pela trendhunter Carolina Althaller, é só clicar aqui!

De olho em três tendências!

Se formos listar a lápis a quantidade de tendências que surgem a cada Fashion Week pelo mundo, certamente você cansaria quando chegasse à metade da lista. Além das passarelas, em que os estilistas mostram o “tem-que-ter” da temporada, há também aquelas que surgem do street style (aliás, estas crescem assustadoramente). O fato é que eu observei que as maiorias dessas tendências deveriam, na verdade, serem chamadas de revivals, uma vez que são elementos que já foram moda há algumas décadas. Trouxe três delas que estão bombando por aí

Profusão de estampas

Há alguns verões estamos vendo as estampas multicoloridas estourando em todos os lugres do mundo (elas vieram junto com essa onda de festivais). A verdade é que não há um fashionista que não queira uma estampa para chamar de sua nesse verão. A mentira é que elas não são tão modernas e novas assim: elas foram as queridinhas da década de 60 e 70 e surgiram para expressar o estado de espírito da época. Op art, pop art e power flower são referências diretas.

Branco Total

Quem acompanha as semanas de moda internacionais já percebeu que o look All White vai ser o queridinho da temporada. O branco óptico, futurista, quase brilhante em da cabeça aos pés retorna mais uma vez dos anos 60 também, e por lá, usado por André Courrèges para expressar o desejo futurista de prever como seria a roupa dos anos 2000.

Localizadas e ousadas

A hipsterlândia adora! É Mona Lisa punk, frases de efeito e imagens de personalidades (como Frida Kalho, Andy Warhol e Audrey Hepburn) com intervenções ousadas a até atrevidas em t-shirts que se comunicam por si só Todos nós temos uma. Elas surgiram na década de 1970 com Vivienne Westwood (a mãe do movimento –agora estilo- punk). Sua loja Sex, em Londres, era enfeitada pelas estampas, bem irreverentes, que conversavam com esse movimento, marginalizado na época. Diz a lenda que as pessoas mais conservadoras evitavam mesmo até passar pela rua por causa daquelas estampas. Quem diria Vivienne Westwood, hoje, uma das mais criativas e elogiadas da semana de moda de Londres.