Tag: spice girls

As memórias da minha infância

Não tem jeito, quando vem a “Semana das Crianças” eu fico muito nostálgico, não só pela avalanche de fotos infantis nos perfis do Facebook, mas porque tenho tantas lembranças boas da minha infância. Foi muito feliz, casa cheia de primos nas férias, eu amava a minha escola [Lubienska, no Recife], a obsessão por vôlei que virou handebol que virou tênis, as aulas de música e dança, amava ler, estudar inglês, amava meu Compaq Presario e já era viciadinho em internet, tanta coisa….

Escolhi as principais para dividir com vocês:

1. Eu queria ser piloto de avião

A foto é de 1997, eu tinha só 10 anos e era fascinado pelos ares. Pedia a meus pais que me levassem ao aeroporto para ver os aviões da Varig, VASP, Transbrasil e TAM. Bom, a obsessão pelos aviões e pela viagem dura até hoje, só não fiz [ainda] escola de pilotagem.

2. Mas também podia ser tenista

Em 2000 [como assim já faz 13 anos?!] eu comecei a jogar tênis e acompanhar o circuito da WTA [a liga feminina]. Fã #1 de Martina Hingis e Anna Kournikova, era também a época de Gustavo Kuerten, que influenciou toda a minha geração a conhecer e praticar o tênis. Ganhei alguns campeonatos regionais, estive entre os melhores de Recife, mas tomava surra quando ia para os campeonatos nacionais. Vi o Guga várias vezes, mas o meu xodó era mesmo Martina, que só consegui ver ao vivo uma vez, e ainda fui pé-frio: na semi do US Open 2000, em Nova Iorque, que ela perdeu para Venus Williams.

3. Ou quem sabe pop star?

Criança alucinada pelas Spice Girls, tinha tudo o que você imaginar: CDs, uma mega coleção de Singles [que daqui a uns 30 anos valer um bom dinheiro?], até caixinha de pirulito. Também era louco por Backstreet Boys, ‘N Sync, 5ive, e All Saints. O interesse pelas Girl e Boy Bands foi fundamental para despertar o interesse em mim em criar fluência em inglês, porque apesar de já haver internet, o conteúdo gringo era bem melhor de explorar.

4. Obcecado por Madonna e intrigado pela sua sexualidade

Quando eu tinha só 3 anos Madonna chocou o mundo com a turnê ‘The Blond Ambition’, em 1990. Lembro-me que a TV Manchete exibiu um compacto do show e eu gravei o VHS e o guardava como um dos meus tesouros de infância e mostrava aos amigos da escola como se fosse algo proibido. Madonna e sua sexualidade mexiam com os meus tabus desde criancinha.

5. Leitor ávido da coleção Conte Outra Vez

Xuxa lançou nos anos 90 a série de livros ‘Conte Outra Vez’, com dezenas de fascículos que vinham com uma fita K7 com os contos de fadas mais importantes, narrados por ela em um K7. Me lembro do cheiro e das cores do Conte Outra Vez, eram como um pantone, cada fascículo de uma cor. Super difíceis de se encontrar no Recife, um dia eu peguei a lista telefônica e liguei para t-o-d-a-s as livrarias do Recife atrás deles. Hoje a Livraria Síntese já não existe mais.

Os Anos 90 de A a Z

A. Axé Music

Se tem um estilo musical que é A CARA dos anos 90 no Brasil, é o Axé Music. Nascido logo no início da década com Margareth Menezes e Daniela Mercury, acabou virando uma big indústria que conquistou o Brasil ao máximo com É O Tchan, e zilhões de outras da mesma leva. Do axé surgiu a musa maior da música brasileira: Ivete Sangalo!

B. Brad Pitt

O galã dos galãs dos anos 90, Brad Pitt tinha que ser um item da nossa lista. A trajetória dele na década foi impressionante, em filmes como Thelma e Louise [91], Entrevista com o Vampiro [94] e Clube da Luta [99]. Pra completar, Brad foi eleito o homem mais sexy do mundo pela Revista People em 95. Sex symbol da época! [e de hoje, né]

C. Calvin Klein Jeans

Popularizados por Kate Moss, o jeans da Calvin Klein foram os mais desejados da época. Mas não eram só os jeans que davam popularidade pra marca. Suas propagandas com conteúdo sexy, homoerótico e junkie levaram os mais conservadores à loucura, o que só fez bombar mais a CK.

D. Dance Music

“Ooh ooh aah aah sexy eyes
I’m gonna take you to paradise”
Depois do progresso da música para dançar dos anos 70 e 80, anos 90 sofreram com uma enxurrada de músicas descartáveis e ruins. Ok, hoje em dia a gente pode até achar que são “clássicos”, mas vamos combinar: era muito ruim!

E. Escolinha do Professor Raimundo

Com sua primeira [e principal] fase começando em 90 e terminando em 95, a Escolinha era um ótimo programa de humor às antigas. A receita é usada até hoje: personagens com bordões repetidos em toda aparição. O bacana dela é que reunia os maiores comediantes de todas as épocas num programa só, sem baixar o nível e sem humilhar ninguém. <3

F. F.R.I.E.N.D.S

Série favorita de 10 entre 10 adolescentes, todos queriam ter uma vida Friends. Morar sozinho numa metrópole e ter uma turma de amigos que se vê todos os dias. A grande sacada da década na TV. EU AMO PHOEBE <3

G. Grunge

Quem não adora chamar aquele seu amigo de cabelo desgrenhado e camisa xadrez de flanela de grunge? O que era só um estilo musical acabou virando um movimento. Como uma ressaca de todas as drogas pesadas dos 80, o grunge era melancólico e escuro, assim como os rapazes do movimento. E claro, Nirvana.

H. Hard Rock Café

Quem não queria, pelo menos no Brasil, uma peça de roupa ou acessório do Hard Rock? Camisetas, moletons, bonés, buttons e tudo que tinha aquele famoso logo era desejado. E a graça era: quanto mais longe o Hard Rock de origem da sua peça, mais cool você era.

I. Internet Porque se não fosse ela, não estaríamos aqui. <3

J. Jardineira

Taí uma peça de roupa que foi popular nos 90’s. Jardineira, macacão, overall, com alpercatas. Fundamento fashion.

K. Keds

Se tem algo que não tem como negar que é a cara dos anos 90 é o combo Calça Fusô (haha) + Keds. Febre entre principalmente as mulheres, hoje em dia ele voltou nos pés femininos e nos masculinos também.

L. Laura Pausini

“Chissà se tu mi penserai Se con i tuoi non parli mai Se ti nascondi come me Sfuggi gli sguardi e te ne stai Rinchiuso in camera e non vuoi mangiare Stringi forte a te il cuscino Piangi e non lo sai quanto altro male ti farà la solitudine”

NÉ?

M. Macarena

O “Nossa, nossa, assim você me mata” – só que mais legal – dos anos 90, é um clássico até hoje. Podem julgar, mas muito bem colocada, numa pista ela ainda funciona!

N. Napster

Como não esquecer a primeira grande ponte para downloads de mp3? O Napster, amado por nós e odiado pelas gravadora – mudou o jeito que se consome música até hoje, uma das grandes ferramentas na revolução digital.

O. Oakley

A Oakley ainda existe, se mantém como uma marca muito bacana de lifestyle e sportwear, mas que ela teve seu auge nos anos 90, ah se teve! Os óculos de material inquebrável, com lente feita para os astronautas da NASA, os espalhados azuis e laranjas eram sonho de consumo de uma geração. Aqui no Brasil custavam uma fortuna!

P. Polo Sport

A cara dos Anos 90, junto com Azzarro [vixe!] e CK One [yeah!]

Q. Quentin Tarantino

Se tem alguém que soube trabalhar a cultura pop produzida em décadas esse alguém foi Tarantino. Colocando gangters em conversas inusitadas e abusando da violência e da linguagem de videoclipe, com certeza é o grande diretor da década.

R. Reality Shows

Foi nos 90 que os Reality Shows apareceram para se tornarem o grande caça-níqueis da TV nos anos 2000. Na gringa eles já eram produzidos em larga escala desde o final da década. Real World na MTV, Survivor e Big Brother foram os primeiros da linha que viraram febre mundial.

S. Spice Girls

Na década das mega-estrelas teen, nada mais representativo que as Spice Girls. A única girl band realmente legal no paraíso das boy bands. Em apenas 3 discos (ok, só 2 são realmente legais) elas dominaram o mundo pop nos últimos anos da década e são lembradas com carinho até hoje!

T. Teen Movies

10 Coisas Que Odeio em Você, Ela é Demais, American Pie, Pânico, Segundas Inteções… definitivamente a indústria Hollywoodiana cnoseguiu explorar ao máximo o público que mais consome sem pensar: os adolescentes!

U. Über Models

Os 90’s foram a era das modelos. Elas ultrapassaram as barreiras das passarelas e editorias e se tornaram verdadeiras pop stars. Naomi Campbell, Cindy Crawford, Linda Evangelista, Kate Moss são as maiores representantes dessa época de ouro do “mundo das passarelas”, participaram até o clipe Freedom do George Michael.

V. Video Game

Depois do surgimento do Atari nos anos 80, os Video Games viraram item obrigatório em qualquer casa brasileir. Foram várias marcas e modelos que surgiram e cresceram na década: Mega Drive, Super Nintendo, Game Boy e Playstation. Alex Kid, Super Mario World, Sonic. Eita saudade.

W. Whitney Houston

Com um dos maiores sucessos de todos os tempos na música (e conseqüentemente nas trilhas sonoras), I Will Always Love You, Whitney viu seu auge nos anos 90. Voz poderosa e interpretação grandiosa foram as armas de Whitney para alcançar o topo. Mas nos 2000 ela viu sua decadência devido a problemas maiores que não valem ser lembrados. Lembremos da boa e velha Whitney, rainha pop!

X. XUXA

A Rainha dos Baixinhos continuou com sua supremacia televisiva durante todos os anos 90, e com um programa que a gente amava, o Planeta Xuxa! Todos os sábados de tarde, o Planeta Xuxa. Saudades da rainha em sua melhor forma! <3

Y. Y2K A expectativa pelos anos 2000 tomou conta da segunda metade da década. Afinal era virada de século e milênio! Quem não lembra do medo do apocalise, ou pior, do BUG DO MILÊNIO!

Z. Não conseguimos achar, dá pra acreditar? Contamos com sua ajuda nos comentários!