Tag: natal sustentável

8 dicas de presentes de Natal que não são coisas, mas gestos

O fim de ano chega, é a hora de investir nos presentes de Natal, todo mundo fica meio surtado, entrando e saindo de shopping centers lotados, em busca de coisas que provavelmente não vão agradar tanto assim, que logo serão esquecidas e que talvez tenham sido feitas com a ajuda de trabalho escravo #verdades.

Temos falado tanto e cada vez mais sobre consumo consciente, lowsumerism, moda com propósito e economia criativa, que alguma, aliás, várias coisas nesse comportamento consumista parecem não se encaixar mais em quem somos ou buscamos ser. Né?! E de que adianta defender o discurso o ano inteiro, mas perder as estribeiras do crédito agora?

A proposta desse texto é te convidar a hackear o capitalismo nesse Natal, dando gestos e experiências de presente ao invés de coisas e gastando o mínimo possível. A boa é investir numa troca genuína com quem se ama, em tempo de qualidade com a família e os amigos, enfim… Criatividade e afeto sincero para um Natal mucho mais legal kkkk e com menos impacto ambiental, menos produção de lixo, menos treta financeira. Menos é mais <3!

1. USE SEUS TALENTOS

Se você é músico, cantor, artista, bom com as mãos, massagista, faz uns artesanatos daora, vive das coisas que a natureza dá ou tem qualquer tipo de talento, conhecimento ou trabalho que pode ser transformado num gesto ou num presente legal, por que não usar isso a seu favor (e a favor de quem se ama), não é mesmo?

2. ESCREVA UM CARTÃO BELÍSSIMO

A mais clichê das dicas, mas cada vez menos comum (especialmente entre a geração das internets, né nom). Tire uma tarde para produzir cartões originais, feitos à mão, com palavras sinceras pra quem você ama. Vale fazer o processo todo do zero: montar o cartão, pintá-lo, pensar nas palavras e tudo o mais.

Annie Spratt/Unsplash

3. REGISTRE OS MOMENTOS

Se você acha que tem as manhas de tirar boas fotos, saca de umas edições legais, tem uma máquina massa (ou um celular massa, pq né) ou até mesmo é fotógrafo, se dedique a tirar umas fotos bem incríveis da família e das confras dos amigos e depois envie para cada um uma imagem em alta resolução com um textinho legal.

4. ESPALHE O VERDE

Sua casa é cheia de plantinhas? Não pode ver um quiosque de plantas na rua que já leva uma nova pra casa? Saca tudo de jardinagem? Então que tal separar mudinhas de algumas das suas plantas mais legais e saudáveis e presentear para outras pessoas que curtem o rolê ou que estão precisando dar uma vida ao próprio lar? É um presente bem mara, pode ser a boa para aquela prima que se mudou recentemente!

Patrick Hendry/Unsplash

5. UMA MSG POR ANO

Sabe aqueles potes de vidro que vão se acumulando em casa? Então! Use-os para acomodar várias mensagens (pode ser até uma coisa bem-humorada, tipo trechos de músicas que amamos #sódátu #vaimalandra hahaha). A ideia é que a pessoa tenha um papelzinho por ano pra tirar dali. Fofo e um presente que vai durar 2018 inteirinho sem gastar nada além da sua criatividade.

6. TROCA-TROCA

Ao invés de fomentar o velho concept do amigo secreto e receber um presente que não vai gostar pela milésima vez, que tal propor aos migues um troca-troca de livros? Façam o mesmo rolê de sorteio, e cada um leva de casa um livro em bom estado que já tenha lido. Uma das coisas mais bacanas da vida é fazer a literatura circular e pensar que aquela história que te tocou tanto está passando por novas mãos.

Toa Heftiba/Unsplash

7. ROLÊZEIRO CULTURAL

Convide geral pra uns rolês culturais (shows, peças de teatro, cineminha de bairro) por sua conta. Você vai gastar um dinheirinho, mas no incentivo à arte e não em algo que vai virar lixo. Se quiser fazer um combo, dê uma olhada nos dias gratuitos dos museus de sua cidade e una as programações. Dê uma força à cena e ao intelecto seu e de quem você ama.

8. MUITOS LANCHOS

Comida é amor e não é à toa que, nesses momentos de celebração, a gente gosta mesmo de juntar geral em torno de uma mesa bonita. Por isso, pequenos gestos relacionados a uma barriga cheia podem ser mil vezes mais simbólicos do que um par de meias. Faça um bolinho caseiro e leve um pedaço pro amigo (junto com um café quentinho, ~claro~) no intervalo do trabalho dele. Ou junte a molecada da família pra fazer um prato enorme de brigadeiro, depois distribua as colheres e veja a festa dentro da festa que vai ser.

E como não custa nada lembrar: se as compras forem inevitáveis ou muito desejadas, se jogue nos pequenos negócios, compre de quem faz, de marcas artesanais, de gente que conhece de sua cadeia e garante a procedência dos seus produtos. Dica de ouro pra uma economia mais saudável!

Tom Rickhuss/Unsplash

Agora bora compartilhar essas ideias com os migues e contar pra gente outros jeitos legais de dar presentes de Natal “fora da caixinha”? Boas festas!