Tag: coachella

Coachella: o Rei dos festivais

Vocês sabem que eu (junto com a galera do I Hate Flash) sou alucinado por festivais de música né? Os festivais são os melhores catalisadores da cultura jovem-urbana-global da nossa década: música, atitude e moda em um só lugar. E se existe uma estrela principal nessa constelação de festivais por todo o mundo, é o Coachella, no deserto da Califórnia, próximo a Palm Springs. O Coachella é mesmo a última Coca-Cola do deserto.

Imagine um tapete infinito de grama plantado no meio do deserto, ilustrado por uma emblemática roda gigante, palcos com som altíssimo e um monte de gente linda e a fim de uma grande farra que dura três dias, estampada por um céu azul imaculado. Ao meu lado mais de 20 amigos, colegas e parceiros de trabalho, um entourage brasileiro mais que completo. A graça do Coachella está nos detalhes, na energia do lugar e do seu público e, para quem curte moda, nos looks desert chicwoodstock em 2013. Vamos aos highlights, meu e da minha turmona, claro!?

The XX

Eu achava sue o show poderia se perder no meio do deserto, pelos álbuns serem tão intimistas [sex music né?]. Mas Jamie XX é um gênio e rearranja tudo para soar grande e épico. E pra quebrar, teve participação da Solange, a irmã da Beyoncé, um dos nomes mais hypados do ano.

Lançamento Daft Punk + Pharell

Havia uma expectativa muito grande sobre a presença do Daft Punk no Coachella, e muita especulação em torno de uma possível aparição no show do Phoenix, já que eles são amigos de longa data. Acabou que o lançamento oficial do novo single foi lá, e todo mundo foi ao delírio

Fiquei muito triste porque precisei abrir mão do terceiro dia, o Domingo, que tinha o melhor line-up, com Red Hot Chili Peppers, Jessie Ware, Disclosure. Mas com o ao vivo do Fashion Rio para o GNT marcado para às 18h da segunda-feira, não dava para arriscar nenhuma conexão mais apertada.

 

Eu não esperava ansiosamente pelo Blur, a primeira grande atração. Tenho amigos muito fãs, mas nunca foi uma banda que eu tenha comprado um album, que eu tenha vibrado com rumores de shows no Brasil ou coisa do tipo. Talvez por isso o show tenha me surpreendido tanto: hit atrás de hit, daqueles que você canta do começo ao fim sem nunca ter precisado tentar decorar, com o Damon Albarn mostrando por que é o frontman de um dos maiores fenômenos desse tal de Britpop.

Mesmo atrasado (foi uma das atrações que cancelaram em cima da hora ano passado), La Roux fez um ótimo show. Ainda que parecesse um grandeplayback, pela incredulidade da voz da Elly Jackson realmente sair daquele jeito.

Pode falar que a Katy Perry passando do nosso lado como uma pessoa normal vale como uma atração?

Bom, foi o que lembrei agora, uma semana depois. Curtimos muitas outras atrações dignas de nota, tipo Passion Pit, Metric, Tegan and Sara, Jello Biafra, Foals, Johnny Marr, Bassnectar, Hot Chip, Violent Femmes, Yeasayer, Two Door, Janelle Monáe, Major Lazer, Franz, New Order, Dinosaur Jr, Grimes, James Blake, Alex Clare, entre outros. Mas como tem gente que já parou de ler mesmo a gente tendo escrito só o que saiu de primeira, tá bom parar por aqui. :)

Jessie Ware

A última revelação do R&B e um dos nomes mais promissores do line-up do Coachella entregou um show impecável no começo da tarde de domingo. Jessie Waretransborda carisma e sinceridade no palco, canta sem nenhuma dificuldade e transmite uma certa leveza e sofisticação sonora que a música pop não via há tempos. De bônus ainda pudemos conferir a moça cantando “Running” e botando a pista abaixo no live do Disclosure, último show do festival.

James Blake

A gente também concorda que um show do James Blake cairia melhor à noite do que sob uns 35 graus à tarde, mas é impossível não se impressionar com o jogo de graves e toda a ambientação sonora tão peculiar do garoto. Outro privilégio foi poder conferir ao vivo algumas das músicas do “Overgrown“, discão que oJames Blake lançou 15 dias antes do Coachella.

Major Lazer

O show do Major Lazer é sempre o mais certo no critério “dançar até a perna dar cãibra”. A salada de texturas musicais do coletivo, que vai de dancehall edrum’n’bass a dubstep e frevo em dois tempos, foi potencializada por uma performance frenética numa tenda insanamente lotada. Teve Diplo numa bola que flutuava sobre o público, participação surpresa do rapper 2Chainz e um pôr do sol arrebatador como plano de fundo.

The XX

Difícil esperar menos do trio que precisava honrar toda a responsabilidade de um main stage no segundo dia do Coachella. Jamie xx, conduzindo tudo lá de atrás, é de fato um gênio dos graves e a sintonia de Oliver e Romy no front é certamente uma das coisas mais tocantes que já vi ao vivo. Tudo soou ainda mais dramático levando em conta a cenografia: contra luz predominante, projeções delicadas, jogos de cores diversos, tudo absurdamente sincronizado e nada óbvio.

As estações de bebida vendem apenas água, Red Bull e água de coco. Não poder tomar uma cerveja próximo aos palcos, e apenas em uma praça de alimentação fechada pode ser frustrante. Como beber dá trabalho e custa caro [US$ 9 o copo de cerveja], veja pelo lado bom: nada de ressaca e sobrar disposição para a maratona musical.

 

 

 

 

Hot’n’Cold: durante o dia, o calor é de rachar. à noite, a temperatura cai pela metade. Não se engane com o calor da manhã e traga um casaco, e use amarrado na cintura, ou alugue um locker.

Chegue cedo: não espere o sol baixar para chegar. O Coachella perde metade da mágica quando anoitece, porque fica super escuro.

– Leve um lightstick ou algum tipo de sinalizador para a sua turma: é muito fácil se perder à noite. Vende em qualquer loja tipo Wal-Mart ou Home Depot. Marque um ponto de encontro.

– Fumar maconha na Califórnia é legal. Você pode ser examinado por um médico, os chamados Green Doctors e solicitar a sua carteirinha, e comprar numa boa. Seja consciente e aproveite.

Não compre ingresso VIP: o VIP custa o dobro do preço por um cercadinho que fica quase à mesma distância do palco. A não ser que você seja um wannabe-amigo-de-celebs-gringa, mas olha, se for, você não tem nada a ver com o Coachella. Lá todo mundo já é VIP.

MEUS LOOKS DO COACHELLA:

Clique para acessar:

Tie-Dye Army

Pega o hipster na mentira!

Sensacional a pegadinha que o Jimmy Kimmel, entertainer americano, aprontou com os hipsters do Coachella. Enviou uma repórter para perguntar à galera o que eles achavam de banda que simplesmente não existiam – e claro, a galera é tão cool que começou a inventar as mentiras mais absurdas pra bancar!

Assista!

 

Look: Coachella Day 02 :: Army

 

 

 

  

 

Bandana: Brechó À La Garçonne, São Paulo Óculos: Spitfire Camiseta: Fairfax Flea Market, Los Angeles Calça: PacSun Mochila: Herschel Tênis: Vans

Para mais inspiração de looks 100% camuflados, acesse o post 14 looks para você botar o seu exército na rua!

Fotos: I Hate Flash – Fernando Schlaepfer/Raul Aragão

Coachella anuncia pré-venda para 2013!

Eu já prometi pra mim mesmo que no próximo ano não deixo de ir pro Coachella, então vou aproveitar para convidar todos vocês pra gente quebrar tudo por lá. Tenho um montão de amigos que frequentam essa cena dos festivais internacionais, e a opinião de todos é unânime: o Coachella tem uma energia especial que nenhum dos outros festivais consegue proporcionar! Lembrando que agora ele acontece em dois finais de semanas, com o line-up idêntico.

Para ir ao Coachella é bom se planejar com bastante antecedência, porque os ingressos esgotam em poucos minutos: pra você ter uma noção, a pré-venda para Abril de 2013 já foi anunciada, e começa nesta quinta-feira, às 10 horas da noite (horário de Los Angeles), ou seja, nesta sexta-feira, às 02 da madrugada, horário de Brasília.

No próprio site do Coachella eles divulgam alguns pacotes de viagens, que são bem caros, mas se você for rico (risos), vale à pena: 3 noites em um hotel de luxo, como o Marriot, ingressos para o evento, e transporte hotel-evento-hotel, a partir de US$ 2.500. Dá uma olhada! Eles ainda não divulgaram line-up (mas sempre é maravilhoso), e se você tem alguma vontade de ir, sugiro que garanta logo o seu lugar.

Ah, as fotos desse post foram gentilmente roubadas dos amigos do I Hate Flash!, que hoje estream layout novo cheio de interações com o Facebook. Eles fizeram um lindo set de fotos do Coachella 2012 que vai te inspirar a comprar esses ingressos!