Os pontos altos da moda masculina na 41ª edição do SPFW

Acabou de rolar a 41ª edição do SPFW, mais uma semana de moda intensa para o currículo brasileiro e que entregou ótimos desfiles. Depois que termina o bafafá é hora de concluir quais tendências prometem dominar os guarda-roupas dos fashionistas e de que forma elas irão se traduzir nas ruas. Escolhemos nossos favoritos da vez e te contamos os motivos!

1. Cotton Project

Ainda não conhece? Pois trate de ficar a par dessa marca que desfilou ano passado na Casa de Criadores e chega ao SPFW muito bem. Tudo deu certo nessa nova coleção, que traz as roupas simples e de bom gosto que são a cara da marca. As jaquetas bomber são pra querer já, a paleta de cores é mega contemporânea. Curtimos muito o design gráfico.

2. João Pimenta

O conceitual deu as mãos ao material de primeira linha no desfile do João Pimenta. Uma rede desenvolvida especialmente para a coleção foi encomendada ao Redes Santa Luzia, empresa paraibana que trabalha com algodão. O resultado foi traduzido inclusive em saias e vestidos para homens, palmas para a marca! Vimos também croppeds maravilhosos. As peças listradas são um luxo, dá vontade de ter tudo. Personalidade no talo!

3. Murilo Lomas

Ainda que não saibamos onde as roupas serão vendidas ou se a marca terá loja própria, é sempre muito bom ter novas opções de masculino por aí. Salve para os materiais, todos de qualidade extrema, do couro à seda, e para as belas estampas. As calças largas e com barra mais curta são ótimas, têm a modelagem do momento. Ah, e que casting era esse? Os modelos mais bonitos do Brasil cruzaram a passarela! Marlon Teixeira, Evandro Soldati, Mateus Verdelho… Parabéns, parabéns.

4. Ellus

Sempre urbana e de pegada rocker, a Ellus fechou a temporada com um desfile-espetáculo todo tecnológico. O audiovisual estava super bem montado, e o vídeo ao fundo intercalava imagens de ondas com fotos feitas no backstage, logo antes do desfile começar. A cara da marca! As estampas lindas, inspiradas no Havaí, mexeram com o coração de um Brazinho recém “voltado” daquelas bandas.

Comments