Nasce um novo maestro: SILVA

Eu costumo exagerar no entusiasmo quando algum artista me encanta, principalmente quando o assunto é música. Eu vou continuar exaltando a música do capixaba Silva, que fez os seus shows de estreia este fim de semana no Rio. Eu falei do Silva nesse post aqui, o declarando a melhor novidade do Brasil em 2011. A opinião segue firme.

Fazer ao vivo é muito difícil. Fazer o que o SILVA faz ao vivo é mais difícil ainda, pelas peculiaridades de sua música. Todas as camadas de instrumentos que o fazem soar tão especial foram reveladas no début do músico, que montou uma banda para a apresentação na Comuna, espaço “alternativo” em Botafogo que também virou matéria no GNT Fashion. A Visita by SILVΑ

O importante é que SILVA faz música pra se escutar naqueles fones de ouvidos caríssimos, e ainda assim, a apresentação ao vivo foi completa. Ele toca teclado, guitarra e violino e entrega uma performance sem falhas, em um primeiro show já com direito a coral de early adapters e menininhas bo-ho mesmerizadas. Daqui a um tempo lidaremos com as Silvetes, é só aguardar.

O som dele, por mais erudito (gosto muito dessa palavra) que seja, é muito pop. Tudo é muito cantarolável. Tá na hora de lançar um videoclipe que o faça bombar de verdade, afinal de contas, essa é a geração do Youtube. Mas é bom saber que ele está pronto, antes mesmo de estourar. Difícil mesmo vai ser encontrar um diretor que consiga entregar um vídeo que reflita todos os detalhes de sua música.

Na Comuna, éramos apenas cem, mas ele está com apresentação marcada para o Sonar SP, sua prova de fogo, onde o desafio é transformar um som intimista em uma experiência apoteótica. Para as suas primeiras milhares de pessoas, acho que vale à pena investir também em um look “maestro hipster“. Os artifícios da moda também importam para criar uma imagem, principalmente na música. São tantos os artistas que a gente marca pelo look. E palco é palco, né? O melhor é que ele jamais vai ficar refém disso, por ter música de fato a entregar. No final das contas, é isso que faz a gente pagar o ingresso.

Boa sorte, Silva.

PS: já tinha executivo de gravadora (não vou falar a empresa) de olho nele durante o show. PS2: queria ver um dueto Silva + Mallu Magalhães 2012, se o Camelão deixar.

Comments