Ah Meca, porque tu és tão tri-a-fudê!?

Quem acompanha o blog e minhas andanças lembra que no ano passado eu estive no Meca Festival 2013, junto com a turma do I Hate Flash, conhecendo e gravando nesse sonho que é o Meca. O vídeo nunca saiu: acredita que nós gravamos durante quatro horas com o microfone desligado (PQP!). Foi um verdadeiro t-r-a-u-m-a, chorei dias. Este ano, entretanto, voltei com a cabeça erguida, o microfone ligado e o melhor: uma coleção de camisetas em parceria com o festival, como official merchandise. Bravo!

Alguém aqui já ficou hospedado em um motorhome? É uma coisa meio engraçada. O nosso era tão anos 90 que tinha até videocassete. Imagine um caminhão-ônibus com ar condicionado split, geladeira, forno, fogão, beliches, banheiro. Meio caótico mas no bom humor, a gente leva numa nice [menos o Totó que roncava DEMAIS]

Dá uma olhada na giftshop Caio Braz <3 Meca Festival, que graça, debaixo da árvore.

Criei cinco estampas [junto com a Alice Vieira, que trabalha no desenvolvimento da marca comigo]. Esta é uma das minhas preferidas, que tem uma pegada mais de taxonomia/botânica, com o desenho de uma araucária. Aliás, este tipo de traço e imagem tem virado uma obsessão pra mim

E a de coração, sucesso total.

Muito boa a ideia do clubinho I Hate Flash + adidas Originals, onde você podia ganhar suas fotos impressas [e polaroids instax mini] para montar um scrapbook. Programa de índio? Programa de indie, eu diria.

What Happens at Meca, Stays at Meca. É isso mesmo.

Detalhe do meu look: tênis cano alto Vert e meias Urban Outfitters.

Costas da camiseta, Meca + Caio Braz. Bonitinho né?

Gravando piadinhas e tirando uma onda com essa gurizada. Muito engraçado. Ahhh sai logo material!

It’s a wrap, Meca! Com minha turminha de amigos, invadimos juntos, e claro, vamos voltar ano que vem <3 Em tempo: nesta sexta-feira tem edição do Festival MECA em São Paulo, no Grand Metrópole, com direito a lojinha também!

Comments